Governo de São Paulo libera 30% de público nos estádios a partir de 4 de outubro; veja os protocolos

A partir do dia 15 de outubro, a previsão é ampliar a liberação para 50% da capacidade; CBF fará reunião no dia 28 para debater com todos os clubes o retorno de torcida no Brasileirão.

24 09 2021   |   Por Jornalismo  |   09:39
Foto: Roberto Casimiro / Foto Arena / Estadão Conteúdo
Governo de São Paulo libera 30% de público nos estádios a partir de 4 de outubro; veja os protocolos
Governador de São Paulo, João Doria

O Governo do Estado de São Paulo decidiu na noite desta quinta-feira, depois de orientação do Comitê Científico, autorizar o retorno do público aos estádios de futebol paulistas a partir do dia 4 de outubro. Anteriormente, a previsão de liberação era para 1º de novembro.

De acordo com comunicado do Governo, a capacidade será limitada para 30% do setor, com o cumprimento de todas as normas sanitárias e de prevenção contra a Covid-19. A previsão é que a capacidade seja ampliada para 50% em 15 de outubro. E para 100% em 1º de novembro.

Os clubes terão de exigir dos torcedores que forem aos estádios um comprovante com esquema vacinal completo (duas doses da vacina Coronavac, Astrazeneca e Pfizer ou dose única da Janssen).

Aqueles que tiverem apenas uma dose das vacinas de duas doses precisam apresentar um teste negativo com validade de 48 horas para o tipo PCR ou de 24 horas para os de antígeno. O uso de máscara, segundo o protocolo, será obrigatório em todo o estádio.

Até agora, no estado de São Paulo, 69% dos adultos estão com o esquema vacinal completo (53% da população geral). Na capital, onde estão os times de maior torcida, 74% da população adulta já tem duas doses ou a dose única.

No caso dos jogos da Série A do Campeonato Brasileiro, a CBF tem marcado para o próximo dia 28 um Conselho Técnico para debater entre todos os 20 clubes o retorno do público aos estádios.


Fonte: GE

















Newsletter

Cadastre seu email e receba nossos informativos e promoções de nossos parceiros.