Comissão Européia propõe autorizar a entrada de turistas vacinados

03 MAI 2021   |   Por Jornalismo  |   10:01
Foto: Reprodução
Comissão Européia propõe autorizar a entrada de turistas vacinados
Edifício Berlaymont, o órgão executivo da União Europeia

A Comissão Europeia apresenta oficialmente a proposta de criação de um passaporte de vacinas na UE que incluiria apenas as doses das quatro fabricantes já certificadas pelo bloco - AstraZeneca, Pfizer, Moderna e Janssen.

No entanto, as negociações já ocorrem para permitir que imunizantes como a CoronaVac entrem na lista de doses consideradas como válidas para um turista, numa decisão que dependeria de cada um dos 27 países do bloco. A UE negocia a criação de um documento que irá permitir que todas as pessoas vacinadas possam cruzar fronteiras internas no bloco, com a esperança de salvar a temporada de verão e milhões de empregos.

Segundo a UE, o passaporte seria válido para todas as pessoas vacinadas com doses de produtos que tivessem sido aprovados pela Agência de Medicamentos da UE. Na lista dos europeus, porém, não estão as vacinas chinesas e nem russa.

O temor que se criou era de que, para brasileiros e milhões de pessoas que tomaram a vacina de empresas de Pequim, as portas da UE fossem fechadas.

A Comissão propõe permitir a entrada na UE por razões não essenciais não apenas para todas as pessoas provenientes de países com uma boa situação epidemiológica, mas também para todas as pessoas que receberam a última dose recomendada de uma vacina autorizada pela UE", diz um comunicado de Bruxelas.

A Comissão deixa uma brecha para as vacinas de outras origens. Segundo ela, a autorização "poderia ser estendida às vacinas que tenham completado o processo de listagem de uso de emergência da OMS”.

Fonte: Uol

















Newsletter

Cadastre seu email e receba nossos informativos e promoções de nossos parceiros.


RC PLAy