Obra da Arena abre 80 vagas para trabalhadores da construção civil em São José

Currículos serão encaminhados para a empresa responsável pela obra em até 15 dias.

13 MAI 2019   |   Por Jornalismo  |   09:45
Foto: Reprodução

Após a troca de governo, começou uma guerra de versões entre os dois partidos, e a obra foi paralisada. Um dos pontos alegados pela gestão Carlinhos Almeida é a falta de recursos. Seriam necessários mais R$ 20 milhões para que a construção terminasse. A nova administração alegava haver apenas R$ 12 milhões em caixa.


Também foi realizada uma perícia no local. O resultado apontou irregularidades, e a prefeitura pediu a anulação de contrato com a Recoma, empresa que venceu a licitação e seria a responsável pela obra.


A gestão tucana, dias depois, rebateu o laudo que apontou irregularidades. Em meio essa novela, embora houvesse equipamentos no canteiro, as obras seguiam em marcha lenta, com cerca de 40% da conclusão. O caso foi para a Justiça, mas a administração de Eduardo Cury foi absolvida das acusações.


Sem ter caminhado desde 2013, o projeto voltou a ser assunto quando o PSDB voltou ao poder, desta vez com Felício Ramuth. Uma concorrência pública foi aberta e o contrato para retomada da obra foi assinado na última sexta-feira (10), entre a prefeitura e a empresa Porto Belo Engenharia e Comércio.


A obra custará R$ 41,845 milhões e a previsão é que seja entregue em 18 meses. A Arena está localizada no Jardim das Indústrias, região oeste da cidade.



Fonte: G1

















Newsletter

Cadastre seu email e receba nossos informativos e promoções de nossos parceiros.