PM da RMVale recebe R$ 1,6 milhão para compra de novas viaturas

Governo estadual autorizou recurso para a compra de novas viaturas para a RMVale, novos veículos irão substituir carros e motocicletas com mais de cinco anos de uso; entrega deve acontecer em junho deste ano

12 ABR 2019   |   Por Jornalismo  |   08:53
Foto: Reprodução

A Polícia Militar do Vale do Paraíba recebeu do governo estadual um recurso de R$ 1.630.400,00 para contra de novas viaturas.

De acordo com a PM, serão compradas cerca de 30 motocicletas, 20 viaturas do modelo Spin, veículo produzido pela Chevrolet, além de 15 vans que atuarão como bases móveis. Os veículos serão distribuídos para toda a região.

A prioridade é substituir viaturas já existentes.

De acordo com o coronel José Eduardo Stanelis, comandante da PM na região, as viaturas da corporação são deterioradas como pouco tempo de uso.

"Como elas rodam por quase 24 horas, em 5 anos, já estão inutilizadas, com um grande desgaste", afirmou. A previsão é de que as viaturas possam ser entregues em junho deste ano.

Elas serão adquiridas através da modalidade de Ata de Registro de Preço, por meio de licitação na modalidade de concorrência ou pregão.

Além do investimento em viaturas, o 3º BAEP (Batalhão de Ações Especiais) recebeu 142 pistolas glock, importadas.

"São armas renomadas, de primeira qualidade, usadas pelas melhores polícias do mundo. Isso torna mais confiável a defesa dos policiais", disse o coronel Stanelis.

OPERAÇÃO

Nesta quinta-feira, a PM realizou uma megaoperação integrada com forças da Polícia Civil, Rodoviária, Guarda Civil Municipal e Detran.

A ofensiva teve como principal objetivo garantir a segurança pública e combater a criminalidade na região que tem a taxa mais alta de homicídios de São Paulo.

De acordo com o comandante, a primeira edição teve como foco as cidades de São José e Jacareí.

A operação deve acontecer até às 9h desta sexta-feira.


Fonte: OVale

















Newsletter

Cadastre seu email e receba nossos informativos e promoções de nossos parceiros.