Por PLR, empregados da Hitachi fazem paralisação na fábrica em São José

Trabalhadores reivindicam PLR de R$ 9,1 mil. Empresa propôs R$ 6,6 mil.

08 MAR 2019   |   Por Jornalismo  |   10:02
Foto: Jaine Monteiro/TV Vanguarda
Por PLR, empregados da Hitachi fazem paralisação na fábrica em São José
Trabalhadores da Hitachi também entraram em greve em 2018.

Funcionários da fabricante de ar condicionado Hitachi, em São José dos Campos, aderiram a uma paralisação de 24 horas no segundo turno de quarta-feira (6). Eles reivindicam PLR (Participação nos Lucros e Resultados) de R$ 9,1 mil, maior que a oferta de R$ 6,6 mil oferecida pela empresa.

Além do aumento no valor da PLR, os empregados querem estabilidade no emprego. As atividades ficaram suspensas na unidade nesta quinta (7).

Na sexta-feira (8) os metalúrgicos vão reunir para decidir os próximos passos da mobilização.

Outro lado

A Hitachi informou que marcou uma reunião com o sindicato para negociações no dia 18. A empresa afirmou que esteve nesta quinta com integrantes da prefeitura e Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (Ciesp), e discutiram os empregos e investimentos na região.

Ainda segundo a Hitachi, a PLR proposta de R$ 6,6 mil é de 6,5% acima do valor pago em 2018.



Fonte: G1

















Newsletter

Cadastre seu email e receba nossos informativos e promoções de nossos parceiros.